Paris Spring/Summer 2010

Olá pessoas!
Pois então…A semana de moda de Paris já está quase acabando, mas por total falta de tempo eu não tinha postado nada até agora. Mas então, pra poder facilitar a minha vida e para poder atender a necessidade de qualquer blog de moda que se preze…Eu vou pular grande parte dos desfiles e vou para aqueles que eu realmente gostei, marcas pelas quais tenho carinho e respeito e os designer’s que eu pago pau! 😛
Começando pela Louis Vuitton, que eu vou falar a verdade…tive medo!
Sapatos tétricos, tudo muito demais-demais,black power…uma coisa muitcho lôca!
Mas o que podermos tirar de lição desse showzinho de excessos de Marc Jacobs?!
Bolsas carteiro em formato ”ensacado” e de usar transpassadas em alta, sapatos baixos, penduricalhos e muita cor!

Stella MacCartney!
Talvez essa seja a minha coleção predileta da temporada…
Mas como sempre, Stella repetiu o seu conceito do feminino-masculino, trazendo uma mulher confortável, versátil, confortável, chic, atemporal, descolada, linda, leve e vaporosa. Uma coleção que sabe ser sexy sem ser vulgar. 😀
A silhueta vêm com aquela modelagem oitentista que Stella já demonstrou gostar muito em outras coleções, com roupas amlpas, em cores neutras e looks muito bem elaborados.
Atenção especial aos tons de bege, cinza e os azuis lindos…Além dos vestidos, per-fei-tos!

Agora…coisa phyna, é a Fendi!
Ok! Esqueçam os sapatos que realmente essa coisa acrílica com amarrações ficou verdadeiramente tétrica…Mas Karl Lagerfeld, prova mais uma vez o quandto sabe trabalhar bem, desenvolvendo uma coleção bem bacana, leve e cheia de elegância.
Ui! 😛

Do lado mais conceitual, aí vão dois dos meus favoritos: Alexander McQueen e Gareth Pugh.
Os dois incríveis e inleses que desfilam em Paris.
Bem…McQueen trouxe um show com modelos andando sem pressa, vestidos como sempre bem estruturados, cores que ficavam quase que predominantemente entre tons de azul e cinza, sapatos impensáveis, uma estética meio alienígena e Lady GaGa na trilha pra fechar o desfile.
Como sempre…corajoso! 😀

A mesma coragem não teve talvez ainda falte a Gareth Pugh, pelo menos em relação a cartela de cores escolhidas para suas coleções, já que são até agora…tudo que o inglezinho apresentou foi predominanantemente nos tons de preto, cinza e branco. Embora eu goste muuuuito dessas cores.
mas isso não afetou a grande viagem, que ele proporciona com as suas modelagens, cortes, acabamentos e criatividade na hora de cotar ”a história” da sua coleção na passarela…

Por enquanto é só isso pessoal..^^

Anúncios

Sobre Delan Salazar

Nenhuma vida é tão insignificante a ponto de não merecer o mínimo de atenção e um espaço no interesse de outros. Portanto, escrevo para falar da minha vida, da vida dos outros e das coisas que eu gosto, acredito e...detesto também.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s